1 – Como conheceu a nossa empresa?
R: Conheci a Jobabroad a partir de emails com propostas de emprego que recebi da minha universidade e após alguma pesquisa na internet pareceu-me uma empresa bastante fiável.

2 – O que levou a escolher a JobAbroad?
R: A partir do momento em que me contactaram após ter enviado o currículo senti-me apoiada e segura para tomar todas as decisões que se seguiram.

3 – Que motivos levaram a que optasse por trabalhar fora de Portugal? (Exemplos; Crescimento pessoal ou profissional?)
R: O facto de não conseguir encontrar trabalho em Portugal levou-me a pensar na possibilidade de emigrar e a minha realização pessoal e profissional foi algo que pesou bastante na minha decisão.

4 – Pensa voltar um dia a Portugal?
R:É claro que tenho saudades de Portugal e que há dias mais difíceis, mas para já sinto-me bastante bem aqui. A Irlanda é um país maravilhoso e os irlandeses são extremamente acolhedores e estão sempre disponíveis para ajudar.

5 – Como foi a sua recepção ao chegar a este novo país?
R: Quando cheguei a Foxford tinha uma colega à minha espera na paragem de autocarros que me ajudou e me orientou em tudo aquilo que precisava. Os responsáveis da Nursing Home mostraram-se sempre muito disponíveis e amáveis e posso dizer com toda a segurança que até agora nunca me senti desamparada por eles em nenhum aspecto.

6 – Como é viver neste novo local? E como descreve o processo de adaptação a uma nova realidade?
R: Foxford é uma vila pequena e calma mas com bons acessos. As pessoas são simpáticas e amáveis e é fácil sentirmo-nos felizes aqui. As primeiras semanas foram as mais complicadas pelo facto de não conhecer quase ninguém mas a verdade é que o ambiente na Nursing Home é bastante acolhedor e fui muito bem recebida não só pelos responsáveis. mas também por enfermeiros e auxiliares. O mais importante é sermos honestos, humildes e darmos o nosso melhor.

7- O que pensa acerca dos serviços prestados pela JobAbroad em todo o processo?
R: A JobAbroad foi fundamental em todo o processo. Nunca me abandonaram mesmo quando me senti indecisa em relação à inscrição no NMBI e o seu apoio foi total por parte de todos os colaboradores. Sem eles teria sido muito mais difícil.

8 – Aconselharia a nossa empresa a outros colegas?
R: Sem dúvida alguma aconselho a JobAbroad a todos aqueles que estão a pensar procurar uma vida melhor noutro país.