Enfermagem Bélgica: SPF Santé Publique (Service Public Fédéral)

Processo válido para cidadãos da UE

Para poder exercer as funções de Enfermagem na Bélgica os candidatos devem pedir o reconhecimento do diploma na Bélgica.

O pedido do reconhecimento se faz por escrito preenchendo o formulário do pedido (enviado em anexo) junto com os seguintes documentos:

Vai Precisar:

  • Carta de motivação escrita por candidato em francês;
  • Cópia certificada com a tradução em francês do Diploma ou Certificado de Enfermagem
  • Cópia de BI ou passaporte;
  • Original com a tradução em francês do Registo criminal emitido nos últimos 3 meses;
  • Original com a tradução em francês da Declaração das Directivas Comunitárias e de Registo disciplinar emitida pela Ordem dos Enfermeiros nos últimos 3 meses.
  • Currículo vitae do candidato em francês.

Envio de Informações

Envie, por favor, todos estes documentos com o formulário por correio registado para o seguinte endereço:

SPF Santé Publique
Cellule Mobilité Internationale des Professionnels des Soins de Santé (Bureau 00 D007)
Place Victor Horta, 40 boîte 10
1060 BRUXELLES
BELGIQUE

Após 3 semanas receberá o seu número do processo que deve nos comunicar. O processo de reconhecimento demorará 3 meses.;

Viver e Trabalhar na Bélgica

O nome “Bélgica” é derivado de Gália Belga, uma província romana na parte setentrional da Gália, que era habitada pelos belgas, uma mistura de povos Celtas e Germânicos.

Bélgica, oficialmente Reino da Bélgica, é um país situado na Europa ocidental. É membro fundador da União Europeia e hospeda sua sede, bem como as de outras grandes organizações internacionais, incluindo a OTAN. A Bélgica tem uma área de 30.528 quilômetros quadrados e uma população de cerca de 10,7 milhões de habitantes.

Ocupando a fronteira cultural entre a Europa germânica e a Europa latina, a Bélgica é o lar de dois principais grupos linguísticos: os flamengos, falantes do holandês, e os valões, que falam francês, além de um pequeno grupo de pessoas que falam a língua alemã. As duas maiores regiões da Bélgica são a região de língua holandesa de Flandres, no Norte, com 59% da população e a região francófona da Valónia, no Sul, habitada por 31% dos belgas. A Região de Bruxelas, oficialmente bilíngue, é um enclave de maioria francófona na Região flamenga e tem 10% da população. Uma pequena comunidade de língua alemã existe no leste da Valónia. A diversidade linguística da Bélgica e conflitos políticos e culturais são refletidos na história política e no complexo sistema de governo do país.

PONTOS TURISTICOS NA BELGICA

belgica1

Um dos símbolos iconográficos mais poderosos de Bruxelas, o Atomium foi inaugurado em 1958 para a Expo Mundial.
Projetada por André Waterkeyn, representa um átomo de ferro (OPT – J.P.Remy – visitbelgium)

Bruxelas é a capital da União Europeia e sede de seu parlamento. Curiosamente também é a capital de um dos países que mais sustentam ideias separatistas entre sua população do Norte, na industrializada e holandesa Flandres, e a do sul, a mais agrícola e francesa Valônia (Thinkstock)

belgica2
belgica3

Junto com a Grand Place e o Atomium, uma singela estátua de um menino fazendo xixi é um dos ícones de Bruxelas.
O Manneken Pis é símbolo da irreverência belga e um de seus monumentos mais queridos desde o século 17 (Thinkstock)